Loading...

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Dicas para evitar dor muscular e coluna travada depois de curtir os dias de Carnaval


Para aproveitar o Carnaval e curtir os dias de folia é importante lembrar que nesse período de folga estamos mais relaxados e nossas chances de lesão aumentam. O sedentarismo aliado à falta de preparo físico pode deixar o “atleta de carnaval” com sérios traumas musculares e na coluna. O ideal é progredir lentamente na intensidade e na modalidade dos exercícios, começando por atividades de baixo impacto, respeitando os limites físicos do corpo.

O “atleta de carnaval” pode se inspirar no clima de descontração e acabar perdendo a atenção aos sinais e limitação do próprio corpo. Sem ter uma preparação adequada, pode ser que a pessoa até tenha capacidade cardio-respiratória para desfilar em uma ou mais escolas de samba, ou ainda nos dias de folga correr por 1 hora na praia, porém o resto do corpo não está pronto para esse tipo de esforço.

Para quem for desfilar com fantasias pesadas, é importante saber que a coluna deve estar preparada em relação ao tempo e ao peso que irá sustentar em suas costas. Dependendo da posição e da fantasia que for usada, a coluna pode sofrer e ter problemas futuros, por isso a importância da prevenção e preparação dela para a sobrecarga.

Os músculos são exigidos em um nível que causa danos, mini-rupturas de fibras, pequenos derrames sanguíneos e acúmulo de produtos nocivos. Resultado: fadiga muscular, cãimbras, demora para recuperação e não raramente, lesões mais sérias. Uma dica importante é aquecer a musculatura antes de iniciar a atividade, para isso deve-se repetir alguns exercícios algumas vezes, como exemplo:

1. Em pé, levantar as duas mãos entrelaçadas para cima até sentir alongar um pouco a coluna (3x 10 segundos cada);
2. Em pé, na mesma posição do exercício 1, inclinar para um lado e para o outro devagar (2×10 segundos cada lado);
3. Em pé, rodar os ombros para trás e para frente, com o pescoço relaxado (30x de cada lado);
4. Em pé, inclinar devagar a coluna um pouco para frente levando as mãos até a ponta dos pés (3x 10 segundos cada);
5. Em pé, rodar devagar de um lado para outro com uma amplitude de movimento pequena (2x 10 consecutivas).

Lembrando que se sentir qualquer tipo de dor realizando algum exercício de aquecimento, esse deve ser excluido e não mais realizado. Atividades que realizam a rotação da coluna como seu principal gesto esportivo, como o tênis e o frescobol, por exemplo, devem ter atenção especial. Uma torção de tronco ou de pescoço muitas vezes gera desconfortos por semanas.

Através da prática de exercícios regulares de “ajuste muscular”, é possível reorganizarmos o equilíbrio corporal. O Pilates ministrado de maneira correta e por profissionais especializados pode trazer muitos benefícios de prevenção, e, portanto seria um excelente exercício para iniciar o ano e aumentar a capacidade de conhecimento corporal, evitando lesões e também aumentando sua performance nas atividades diárias, seja no trabalho ou no lazer.

E para curtir o carnaval e os dias de folga também é sempre bom lembrar de aproveitar o sol de maneira inteligente e manter uma alimentação bem equilibrada, abusando da ingestão de frutas e bebendo muita água. Com essas dicas é só preparar a fantasia e cair na folia.
Fonte: mdemulher.abril.com.br

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Exercícios que vamos lhe ensinar no Ladder Barrel

Definições de Pilates

Pilates não é apenas um exercício. Pilates não é uma escolha casual de movimentos específicos. Pilates é um sitesma de condicionamento físico e mental que pode aumentar sua força física, flexibilidade e coordenação tão bem quanto reduzir seu estresse, promovendo seu foco mental e dando-lhe uma sensação de bem-estar.
Tradução feita por Andréa Elaine Sechini do livro: Pilates Anatomy de Rael Isacowitz

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Atividade Física e os Músculos

A contração do ventre muscular causa o deslocamento de um segmento ósseo sobre o outro por intermédio do trabalho mecânico feito pelos tendões musculares e pelo encurtamento do músculo. Dessa maneira, o músculo necessidta atravessar uma articulação para poder movimentá-la.

O comprimento e o volume do músculo podem ser alterados em relação ao estado de repouso ou trabalho. Assim, um músculo que permanece ,uito tempo em repouso pode diminuir o comprimento e o volume de suas fibras musculares, ao passo que um músculo muito trabalhado pode aumentar o volume de suas fibras. Como sabemos, a diminuição no volume das fibras é denominada hipotrofia, eo aumento, hipertrofia.

fonte: fichamento de estudos realizados pela professora Andréa Elaine Sechini

Classificação Funcional dos Músculos



A classificação funcional dos músculos é feita de acordo com a função durante um movimento ou posição do corpo. Assim, temos:
1) Agonistas: são os agentes principais para a execução de um movimento desejado.
2) Antagonistas: são aqueles músculos cuja ação se opõe à do agonista, com o objetivo de controlar a rapidez ou a potência desta ação.
3) Sinergistas: são os que se contraem para estabilizar as articulações, evitando movimentos indesejáveis durante a ação do agonista.
4) Fixadores: são os músculos que estabilizam as diversas partes do corpo para que a ação principal ocorra.


Compreendendo melhor o Tecido Muscular


O tecido muscular é constituído por células especializadas em contração, porporcionando os movimentos corporais ou mudança na forma dos órgãos. Essas células apresentam a capacidade de transformar energia química em mecânica, por meio da quebra de ATP. Elas sofreram um grande processo de diferenciação estrutural e química, passando a apresentar muitas particularidades, entre elas a síntese de proteínas específicas como actina, miosina e proteínas motora filamentosas.
Essas células musculares apresentam formato fusiforme, alongadas, sendo chamadas de fibras musculares, que se dispõem de forma paralela para permitir o encurtamento do tecido muscular, produzindo o movimento.  Quanto maior for a quantidade de fibra muscular, mais forte será o músculo, e quanto maior for o comprimento da fibra muscular, a sua capacidade de concentração será maior.
Fichamentos feitos professora Andréa Elaine Sechini

sábado, 25 de fevereiro de 2012

A tão famosa cintura pélvica


Cintura Pélvica
 
O membro inferior está unido ao tronco pela cintura pélvica, formada pelo osso do quadril direito e esquerdo, que se articula com o sacro, posteriormente, para formar a pelve.É importante lembrar que o osso do quadril é formado pela fusão de três ossos isolados, o ílio, o ísquio e o púbico, que eram separados durante a fase fetal. 
A cintura pélvica é muito mencionada em uma aula de Pilates.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Conheça a estrutura da vértebra


 

As vértebras possuem uma estrutura básica comum, contendo um corpo vertebral anterior e um arco vertebral posterior. O arco vertebral é constituído por um processo espinhoso (posterior) e por dois processos transversais (laterais), que delimitam um espaço chamado de canal vertebral, onde a medula está alojada. Há, também, dois processos articulares superiores e dois inferiores, que permitem a articulação entre as vértebras.

Fichamento feito pela professora Andréa Elaine Sechini

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CAVIDADE TORÁCICA


É o esqueleto do tórax, constituído pelas costelas e cartilagens costais, vértebras torácicas e esterno, cujas funções são proteger o coração, os pulmões, o esôfago e os grande vasos (artérias e veias) e permitir os movimentos respiratórios.

 Posteriormente, a cavidade torácica é constituída pelas:
 12 vértebras torácicas com seus discos intervertebrais
12 pares de costelas divididos em três tipos:
do 1º ao 7º par de costelas são denominadas costelas verdadeiras por estarem fixadas ao esterno diretamente por suas próprias cartilagens costais.
do 8º ao 10º par de costelas são chamadas de costelas falsas por terem conexão indireta com o externo.
do 11º ao 12º pares são denominados costelas flutuantes, pois não se conectam com o esterno.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

BENEFÍCIOS DO PILATES PARA O APARELHO LOCOMOTOR




Os exercícios permitem um desenvolvimento global da pessoa, que vai além do meramente físico. A prática contínua de exercícios eleva o limite do cansaço, permitindo à pessoa levar sua vida de modo mais completo e saudável, proporcionando-lhe maior sensação de bem estar e autossatisfação.
Graças aos exercícios, são muitos os benefícios para o aparelho locomotor, tanto para o esqueleto como para os músculos, ligamentos, tendões, etc.
Em primeiro lugar, o fato de estarmos em forma nos previne de lesões, ao estimular um aumento da resistência dos tendões e ligamento, e um crescimento, e um crescimento da massa óssea, que se torna também mais resistente.
Quanto aos músculos, os exercícios os ajudam a aumentar elasticidade, tônus muscular e funcionalidade.  Trabalhando melhor e com menos desgaste, o resultado é benéfico não só para o exercício em si, o que é óbvio, mas também para as atividades cotidianas.
Do livro Fitness de Atana Torres-Quevedo.
Fichamentos da professora Andréa Elaine Sechini

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Por que sentimos que precisamos respirar mais e melhorar durante as atividades físicas?



Durante a atividade física, o aparelho cardiorrespiratório aumenta o seu trabalho para levar maior quantidade de oxigênio e nutrientes até os músculos esqueléticos e o cardíaco. Para isso, o sistema respiratório deverá absorver maior quantidade de O2, aumentando a frequência respiratória. Simultaneamente, o coração aumenta seus batimentos com o objetivo de aumentar a circulação sanguínea.