Loading...

domingo, 31 de agosto de 2014

Continuar aprendendo e continuar se relacionando: atitutes de suma importância para a saúde em todas as idades


[...] o ensino, a formação e a educação não têm nada a ver com a idade, e não podem ser reservados a faixas etárias precisas. Os idosos devem ter facilitado o acesso às diversas formas de ensino, formação e educação. (Parlement Européen, 1995)(p.8)

House (1986) afirma que "[...] as relações e as redes de suporte social são os instrumentos mais poderosos e confiáveis da predição da saúde física e mental" (p.268), o que é corroborado por Labonté (1993): [...] os que dispõem de redes sociais familiares,interpessoais e comunitárias são menos suscetíveis às doenças [...] no que toca aos efeitos do estresse, agudo ou cumulativo, a qualidade do suporte social é ainda mais importante que a quantidade (p.21).

Fonte:

FARINATTI, P. T. V.Envelhecimento – promoção da saúde e exercício: bases teóricas e metodológicas. 1. ed. Barueri: Manole, 2008. Capítulo 4.

Pilates ajuda a mudar sua perspectiva sobre o envelhecer




"o envelhecimento tende a ser percebido no contexto de seus problemas e não de suas potencialidades"



FONTE: FARINATTI, P. T. V. Envelhecimento – promoção da saúde e exercício: bases teóricas e metodológicas. 1. ed. Barueri: Manole, 2008. Capítulo 4

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Elasticidade



"Por causa da sua elasticidade, cápsulas articulares e ligamentos podem não retornar à sua extensão ideal se forem alongados em excesso; logo, o risco de lesões aumenta durante os exercícios."


Stanmore, Tia. Pilates para as costas. Editora Manole


Uma definição respeitável de saúde

"[...]saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas da ausência de doenças ou de enfermidades" (World Health Organization - WHO, 1947, p.1)

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Nossa maneira de viver

"Não nos é dado escolher de que maneira vamos morrer, nem quando. Só podemos resolver como vamos viver..." (Joan Baez).

 E uma ótima maneira de viver é praticando Pilates.

"TREINAR DEMAIS É TREINAR DE MENOS"

"Mesmo um atleta de alto nível precisa passar por uma bateria de testese avaliações, para saber seu estado físico atual e até mesmo detectar possíveis casos de síndrome de excesso de treinamento ( overtraining), tendo em vista que a queda da performance é um dos sintomas mais vistos na síndrome"
Fonte: BARQUILHA, G. Medidas e Avaliação da Atividade Motora. Batatais: Claretiano, 2014.


domingo, 17 de agosto de 2014

Há 100 anos, Pilates continua certo...




"No início das pesquisas sobre o funcionamento do cérebro, cientistas esperavam identificar uma zona-chave ou um grupo de células cuja função fosse a tomada de decisões e o mecanismo de início de uma ação. O que eles descobriram, no entanto, foi uma cooperação entre o corpo e as extensas áreas do cérebro, dos nervos que iniciam as ações musculares até as zonas onde o pensamento consciente está localizado. Pesquisas deste século XXI provam que, há 100 anos, Joseph Pilates estava certo em enfatizar o papel da mente ao exercitar o corpo.

Fonte: Dreas Reyneke

Pilates Moderno

Editora Manole.
 


A complexa estrutura de nossos pés...



" Os pés absorvem as tensões de todo movimento que requer a sustentação do peso do corpo. O peso do corpo em pé se desloca desde o seu centro de gravidade na bacia pélvica até o fêmur, seguindo para a tíbia e o tornozelo, onde finalmente se divide em duas vias para o chão. Uma postura adequada distribui o peso igualmente entre o calcanhar e a parte anterior de cada pé.


Os ossos dos pés formam três arcos que transmitem o peso do corpo até o solo. O arco mediano (longitudinal) vai do calcâneio e atravessa os três primeiros metatarsais, até o hálux; o arco lateral avança  paralelamente, ao longo do quarto e do quinto metatarsais. O arco transverso estende-se sobre os ossos cuneiformes, que formam a cora dos arcos longitudinais.


Sua forma triangular direciona o peso para a parte anterior do pé. Os músculos e tendões do pé, aliados a todo  um complexo de ligamentos, sustentam os três arcos e os mantêm alinhados. Se eles forem distendidos ou se tornarem enfraquecidos, os arcos entram em colapso, resultando no chamado pé chato. Isso reduz a eficácia dos pés na caminhada e na corrida."

Fonte: Dreas Reyneke - Pilates Moderno - Editora Manole.