Loading...

terça-feira, 23 de setembro de 2014

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Curso de Vida...acrescentar vida aos anos e não apenas anos a vida




"Em relação a velhice:"... Ramadan (1984) confirma que nem todos passam pelo mesmo processo. Para o autor, há pessoas claramente apegadas à vida, que são aquelas que atingem a senectude. Tais pessoas são regidas pelo princípio do prazer. Não empreendem passivamente a contagem regressiva para a morte mas, ao contrário, são extremamente apegadas aos menores e mais elementares prazeres da vida. São pessoas que permanecem nas condições que lhes convêm, exercendo poder, tendo atividades satisfatórias e contatos humanos intensos. Tais comportamentos evidenciam o fato de que, para a pessoa, o que importa é viver sua existência, independentemente de estar na velhice."  

"A corrente teórica conhecida como life-span ou "curso de vida", uma das mais influentes na emergente área da psicologia do envelhecimento, estabelece como uma condição individual e grupal de bem-estar físico e social, referenciada aos ideiais da sociedade e às condições e aos valores existentes no ambiente em que o indivíduo envelhece e às circunstâncias de sua história pessoas e de seu grupo etário...Uma velhice bem-sucedida preserva o potencial para o desenvolvimento, respeitando os limites da plasticidade de cada um."

OKUMA, S. S. O idoso e a atividade física: Fundamento e pesquisa - 6ª ed. Campinas, SP:  Papirus, 2012

Ensaio fotográfico com a fotógrafa Gisele Laugton e professora Andréa Sechini

Trabalho para adutores e abdutores utilizando reformer e fortalecimento de membros superiores utilizando a bola suiça!

Ensaio fotográfico com a fotógrafa Gisele Laugton e professora Andréa Sechini

Fortalecimento e alongamento de membros inferiores e superiores utilizando o aparelho reformer e a bola suiça!

sábado, 20 de setembro de 2014

A oficina vazia não afeta apenas a mente...





"Estudos em gerontologia têm demonstrado que atividade física, junto com hereditariedade, alimentação adequada e hábitos de vida apropriados podem melhorar em muito a qualidade de vida dos idosos. De acordo com vários autores - dentre os quais citamos Berger (1989) e Shephard (1991) -, o declínio linear natural das capacidades funcionais, que se inicia ao redor dos 30 anos, pode ser substancialmente modificado pelo exercício, pelo controle do peso e pela dieta. Evidências demonstram que mais da metade do declínio da capacidade física dos idosos deve-se ao tédio, à inatividade e à expectativa de enfermidade. Pesquisas sugerem que 50% do declínio, frequentemente atribuído ao envelhecimento biológico, na realidade é provocado pela atrofia por desuso, resultante da  inatividade física que caracteriza os países industrializados (Spirduso 1989; Paffenbarger et al. 1994). "

OKUMA, S. S. O idoso e a atividade física: Fundamento e pesquisa - 6ª ed. Campinas, SP:  Papirus, 2012

A importância da atividade física para as pessoas idosas




"Cada vez mais estudos vêm evidenciando a atividade física como recurso importante para minimizar a degeneração provocada pelo envelhecimento, possibilitando ao idoso manter uma qualidade de vida ativa. Visto que ela tem potencial para estimular várias funções essenciais do organismo, mostra-se não só um coadjuvante importante no tratamento e controle de doenças crônico-degenerativas (como diabetes, hipertensão, osteoporose), mas é também essencial na manutenção das funções do aparelho locomotor, principal responsável pelo desempenho das atividades da vida diária e pelo grau de independência e autonomia do idoso"

OKUMA, S. S. O idoso e a atividade física: Fundamento e pesquisa - 6ª ed. Campinas, SP:  Papirus, 2012

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A IMPORTÂNCIA DO CORPO

 

O corpo, para a fenomenologia, é base da existência. Para Merleau-Ponty "somos esse corpo". Dessa forma, a manutenção da capacidade funcional do corpo se reflete nas outras funções do sujeito.

OKUMA, S. S. O idoso e a atividade física: Fundamento e pesquisa - 6ª ed. Campinas, SP:  Papirus, 2012

domingo, 14 de setembro de 2014

Definição de Capacidade Funcional em poucas palavras



A capacidade funcional de um indivíduo define-se como a capacidade de se realizar gestos ou tarefas do cotidiano, como sentar, caminhar, tirar um objeto do chão, transportar um objeto de um lugar ao outro, entre outras tarefas.


Para que servem as medidas de circunferências coletadas nas avaliações físicas?



Elas servem para avaliar o índice de massa corpórea de um indivíduo. Por meio delas, podemos acompanhar as modificações de forma localizada provenientes de treinamentos, alimentação e modo de vida de uma pessoa. Dessa maneira, podemos extrair dados preditivos de saúde como o índice de massa corporal (IMC) e a relação cintura-quadril (RCQ), fatores que são fundamentais para identificar a probabilidade e mesmo sintomas de algumas doenças.

fonte: fichamentos realizados pela professora Andréa Sechini durante seus estudos