Loading...

segunda-feira, 11 de maio de 2015

CINCO DETERMINANTES DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR



Entenda os cinco determinantes (biológicos, socioculturais, antropológicos, econômicos, psicológicos) do comportamento alimentar citados por Gedrich (2003).
As variáveis relacionadas ao comedor são categorias por meio das quais Gedrich (2003) pensou o comportamento alimentar em cinco grandes determinantes, sendo elas:
1.       Determinante Biológico: esse determinante é subdividido em componentes fisiológicos, patológicos e genéticos. Assim, temos:
a)      Fisiológicos: conferidos pelas necessidades energéticas e de nutrientes para manutenção do metabolismo orgânico.
b)      Patológicos: determinadas doenças culminam em evitamentos criteriosos de determinados alimentos; como exemplo há o diabetes, a doença celíaca, além de diversos tipos de intolerâncias alimentares e alergias.
c)       Genético: pode atuar sobre a sensibilidade gustativa, indiretamente sobre a palatabilidade e, consequentemente, sobre as preferências alimentares.
Ainda na categoria biológica, cabe também levar em conta a influência do sexo, da fase da vida, da sensibilidade sensorial às substâncias específicas e da palatabilidade.

2.       Determinantes Socioculturais: incluem a questão do convívio do indivíduo (família, amigos, relações de trabalho), dos grupos a que gostaria de pertencer (status social, identificação com o grupo) ou do grupo ao qual o indivíduo não deseja estar associado (distinção). Contudo, devemos levar em conta que o determinante sócio-cultural tem caminhado junto aos demais, uma vez que ele é abordado em todos os outros fatores, destacando os determinantes antropológicos e psicológicos.

3.       Determinante Antropológico: refere-se à liberdade de escolha alimentar do indivíduo em paralelo às representações do que ele prefere consumir. Outras abordagens, nesse contexto, também são citadas para interpretar a escolha alimentar individual englobando variáveis como: valores, confiança, crenças ou expectativas, intenções, envolvimentos e experiências. 

4.       Determinantes econômicos: referem-se ao poder de compra do indivíduo e à condição da oferta, e estão associados aos fatores demográficos, no contexto dos lares como unidades de consumo, em que é possível estratificar os grupos por região, de acordo com a situação econômica.


5.       Determinantes psicológicos: referem-se às condições gerais ou específicas de humor, bem como a certos perfis psicológicos que influenciam  o indivíduo na escolha de qual alimento prefere consumir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário