Loading...

terça-feira, 28 de julho de 2015

Sempre vale a pena...nunca é tarde





"Mesmo nas últimas décadas da vida, os centros superiores do cérebro sempre responderão à iniciativa de aprendizagem motora. Seus neurônios, proprioceptores, músculos e tendões nunca serão idosos o suficiente para lhe impedirem de aprender um novo exercício ou movimento. Pesquisadores da Universidade de Harvard nos EUA publicaram relatórios sobre o treinamento de força em pessoas com mais de 80 anos. O resultado foi o aumento de densidade e força óssea, o fortalecimento muscular e a melhora do índice metabólico, com aumento também da estabilidade e do equilíbrio e redução da pressão arterial. E, provando que corpo e mente trabalham juntos, houve, também um aumento do otimismo e da vontade de viver.”
Pilates Moderno de Dreas Reyneke - Editora Manole.

Compreenda o core comparado a noção de caminhar sobre a areia



Em muitas sessões, principalmente para os iniciantes no método, é contata analogia para a compreensão do core: pense na situação de caminhar em uma praia. Assim que você pisa na praia, a areia é bem solta e fofa. Você acha difícil se locomover e precisa despender uma grande quantidade de energia e esforço. À medida que avança em direção à água, você percebe que a areia fica mais firme e compacta, tornando o seu movimento mais fácil e mais eficiente. A falta de estabilidade do core é como tentar caminhar ou correr na praia, onde a areia é fofa e o movimento é difícil. Ao tentar fazer isso, você pode facilmente sofrer uma lesão, torcer o tornozelo, por exemplo. No entanto, se você possuir um core fortalecido, será como andar sobre areia firme - e será muito mais fácil para você chegar aonde deseja. Um core fortalecido torna mais fácil o movimento em qualquer atividade.”