Loading...

domingo, 28 de agosto de 2016

O que é ignorância para a tradição tibetana?

"A tradição tibetana distingue entre dois tipos de "ignorância": a ignorância inata e a ignorância cultural. A ignorância inata é a base do samsara, e a característica determinante dos seres comuns. É a ignorância da nossa verdadeira natureza do mundo, e acaba se emaranhando com as delusões da mente dualista"
Fonte: Os Yogas Tibetanos do Sonho e do Sono  de Tenzin Wangyal Rinpoche - Editora DEVIR

Em relação à ignorância cultural, o antídoto é o estudo, já em relação à ignorância inata o antídoto é o auto-estudo e a prática espiritual.


Sonho e Realidade



"Normalmente o sonho é considerado "irreal", em oposição a vida "real", quando estamos acordados. Mas não há nada mais real do que o sonho. Esta afirmação só faz sentido quando se compreende que a vida normal acordada é tão irreal quanto o sonho, e exatamente da mesma maneira. Então é possível entender que o yoga do sonho se aplica a todas as experiências, aos sonhos do dia e também aos sonhos da noite."
Fonte: Os Yogas Tibetanos do Sonho e do Sono  de Tenzin Wangyal Rinpoche - Editora DEVIR

O MÉTODO PILATES

"O método pilates não envolve apenas exercícios e não é apenas uma escolha aleatória de movimentos específicos. O método pilates é um sistema de condicionamento físico e mental que pode melhorar a força física, a flexibilidade e a coordenação, bem como reduzir o estresse, melhorar o foco mental e promover uma melhor sensação de bem-estar. O método pilates pode ser para qualquer um e para todos"

Do livro Anatomia do Pilates de Rael Isacowitz e Karen Clippinger - Editora Manole


domingo, 21 de agosto de 2016

Respiração de repouso

A pessoa inala cerca de 5 a 50 litros/minuto

Músculos envolvidos:

Diafragma, intercostais internos e externos;
Escaleno, em alguns;
Pequenos músculos da garganta para estabilizar a glote.

Na expiração há uma certa persistência da contração dos músculos inspiratórios.
1ª Fase) Início da Expiração: diminui gradativamente a ação dos músculos inspiratórios;
2ª Fase)  Metade da Expiração: depois a ação dos inspiratórios reduz completamente
3ª Fase) Final da Expiração: intercostais internos do 7º ao 10º estão ativos, os músculos abdominais tem aumento da atividade postural.


O número de músculos que intervém nas respirações, vai depender da intensidade da ventilação


Músculos respiratórios


Embora sejam músculos esqueléticos, possuem características diferentes:
Resiste à cargas elásticas;
Controle involuntário e voluntário
Devem se contrariar a cada poucos segundos, o tempo todo, não podendo entrar em repouso.